INMETRO – Carros terão selos do Inmetro com informações sobre consumo

A partir de abril, as concessionárias terão de pregar a etiqueta nos veículos avaliados

Publicado em 08/02/2012, às 16h31

Do JC Online

 

 

Novo Uno Economy recebeu conceito A nas versões com duas e quatro portas / Divulgação

Novo Uno Economy recebeu conceito A nas versões com duas e quatro portas

Divulgação

 

O consumo dos veículos sempre foi uma questão polêmica no mercado automotivo. As montadoras têm muito cuidado para divulgarem na mídia seus dados. E é muito comum os compradores estranharem após uma compra, por não atingirem os mesmos resultados obtidos nos testes das fábricas. Para uniformizar esses números, o Inmetro criou em 2008 o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) para veículos e está divulgando agora os resultados da 4ª edição. A partir de abril todos os modelos de carros avaliados terão um selo, que analisa a eficiência do uso de combustível. É mais ou menos como já acontece com os eletrodomésticos, que possuem um ranking do consumo de energia.

No mês passado, o programa avaliou carros de oito montadoras (Fiat, Ford, Honda, Kia, Peugeot, Renault, Toyota e Volkswagen), totalizando 105 modelos e 157 versões, que correspondem a 55% do volume disponível para vendas no mercado nacional. Renault, Volkswagen e a Fiat tiveram cinco modelos no topo da tabela. Na montadora francesa, destaque para o Logan Authentique Expression 1.0 16V, Kangoo Express 1.6 16V e o Duster Dynamique 4×4 2.0 16V, únicos a conseguir a classificação A nas categorias médio, comercial e fora de estrada, respectivamente. A marca francesa ainda conseguiu o conceito máximo com o Fluence Dynamique 2.0 16V e o Sandero Authentique 1.0 16V.

Na Volkswagen, além do Gol Ecomotion, se destacaram o Polo e a picape Saveiro. Esta última, recebeu as duas notas A na categoria carga. A Fiat teve nota máxima em duas versões do Mille e do Novo Uno e também com o Siena Fire 1.0 8V. Ainda figuram no topo da tabela, os Honda Fit 1.4 16V e Civic (LXS, LXL e EXS) 1.8 16V; o Ford Fusion Hybrid 2.5 16V e o Toyota Corolla (GLI e XLI) 1.8 16 V com câmbio automático ou manual. O selo, a partir de abril, será mais uma fonte de informação na hora da compra dos veículos. Fabio Real afirma que o uso obrigatório da etiqueta está sendo bem aceito pelas montadoras. “Algumas devem estar com os selos nos seus veículos antes mesmo de se tornar obrigatório”, diz.

As tabelas com a classificação dos veículos podem ser acessadas neste link.

 
 
 
carregando
 
Esta entrada foi publicada em Sem categoria e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *